Por quê não recomendamos deixar amostras no salão de beleza?

Muitos distribuidores deixam amostras de produtos nos salões de beleza para tentar abrir novos clientes. Esse recurso dá certo?

Pode ser que dê certo, mas geralmente a taxa de conversão é tão baixa que na maioria dos casos acaba não compensando. Imagine uma taxa de conversão de 40 X 1, ou seja, deixar 40 amostras para fechar um novo cliente, você acha que vale a pena?

Inclusive já vimos alguns vendedores do mercado que deixam o frasco original, e cheio, à disposição do salão de beleza que nem conhece, e fala para testá-lo sem compromisso: se o salão gostar, ele compra o produto mas se não gostar, terá a opção de devolver o produto, sem nenhum ônus. É sempre com esses vendedores tão solícitos que os clientes se aproveitam mais e muitas vezes utilizam mais da metade do produto e depois devolve com a objeção de que o produto não atendeu suas expectativas.

O que geralmente acontece quando você deixa uma amostra no salão de beleza que você está prospectando:

1) O que é de graça, muitas vezes as pessoas não dão o devido valor e a amostra fica “esquecida” na gaveta.

2) Há profissionais de beleza que utilizam as amostras para fazer os cabelos das clientes e cobram por isso. Não há problemas em cobrar pelo seu trabalho, o problema é quando o mesmo profissional diz que não gostou do resultado e depois pede mais amostras para outros vendedores ou mesmo amostras de outros produtos para você, e continua fazendo os cabelos das suas clientes e no final não compra os produtos de nenhum vendedor, atingindo o seu objetivo de trabalhar com “produtos sem custos”.

3) Quando você deixa a amostra no salão, muitas vezes o cabeleireiro não segue o protocolo recomendado pela nossa empresa e o resultado não atinge as expectativas do cabeleireiro.
4) Quando o salão de beleza tem um estoque de um determinado produto, não adianta deixar amostras se o seu produto possui funções semelhantes aos do estoque, pois o salão não adquirirá produtos semelhantes a menos que esteja decepcionado com os produtos adquiridos do concorrente.

5) Quando você deixa a amostra, você não poderá trabalhar com os argumentos e valorizar os benefícios do produto enquanto o cabeleireiro estiver fazendo o procedimento, pois muitas vezes o cabeleireiro demora tanto tempo para utilizar a sua amostra que ele acaba “esquecendo” dos benefícios e das qualidades efetivas que você citou.

6) Em vez de deixar amostras, realizar demonstrações do produto utilizando-se da Mala Técnica é mais viável (a Mala Técnica consiste nos produtos que você utiliza para as demonstrações), pois você poderá acompanhar o passo-a-passo da utilização do produto oferecido ao mesmo tempo em que valoriza as qualidades dos produtos Live.Life Professional.

Gostou do post? Avalie.

Por quê não recomendamos deixar amostras no salão de beleza?
4.6 (91.11%) 9 votos
Fechar