Minha Distribuidora de cosméticos está com o faturamento em queda livre nos últimos anos!

Quantos distribuidores que você conhece está com este cenário ou que desistiram deste segmento? Você é um deles?

Quando ouvimos essa afirmação, a primeira coisa que fazemos é refletir como e quanto o dono e os representantes desta distribuidora se adequaram às mudanças do mercado e às mudanças comportamentais dos seus clientes.

O mercado está mudando drasticamente quanto as formas de negociar, vender, comprar, consumir, avaliar produtos, pesquisar fornecedores… e um dos componentes que provoca estas mudanças é o mundo digital.

O comportamento de compra do seu cliente – o salão de beleza – muda dia-a-dia, acompanhando as novidades, tendências, economia, o estilo de vida das pessoas, a tecnologia ….enfim, através de uma explosão de informações que chegam através da internet ou mesmo no boca a boca de alguém que viu essa informação na internet, faz com que as pessoas tenham novas experiências jamais vistas em outros tempos !!!

E nesse mundo cada vez mais dinâmico e em contínua transformação comportamental, o que o distribuidor fez de diferente para se adequar à realidade?

Enquanto uma Distribuidora que está há 6 meses fazendo apenas o básico, ou seja, apenas vendendo produtos cosméticos profissionais …

  • Novas concorrências surgiram

  • Novos canais de vendas surgiram

  • Seus clientes ganharam mais conhecimentos

  •  Novas tecnologias surgiram

Resumindo, são fatores externos e não controláveis pela Distribuidora, e nenhuma ação dos seus vendedores poderá influenciar a sua existência. A consequência disso é que o comportamento do cliente da distribuidora também mudou, e muito !!

E aquela distribuidora que continuou apenas “vendendo produtos”, oferecendo a mesma coisa para o mesmo cliente que se comporta diferente de 6 meses atrás, está vendo as suas vendas caírem e acha que o único culpado disso tudo é o mercado !!! sim, concordamos em partes: a culpa é do mercado que está mudando constantemente e a distribuidora que não tiver nenhuma reação pró ativa para lidar com isso, realmente acabará perdendo a sustentabilidade do seu negócio.

Muitos Distribuidores que passam por isso, recorrem às promoções agressivas para manterem os seus clientes. Mas o resultado é paliativo, não sustentável e funciona como uma estratégia de curto prazo. Quando esse mesmo distribuidor volta o preço normal, acaba perdendo parte da sua carteira de clientes !!

Atualmente, as empresas que estão atentas aos movimentos do mercado, do setor, da economia, da política, da sociedade em geral, estarão mais bem preparadas para o futuro. A ordem do dia não é vender produtos, mas entregar novas experiências e quando melhoramos a experiência do cliente, estaremos ganhando fãs para a Distribuidora.

O Distribuidor que está orientado para o Mercado faz com que o seu vendedor transforme o foco da venda de produto para o foco da gestão de relacionamento. A saída é se inovar para não morrer, pois hoje, fazer o básico bem feito, não é mais o suficiente para se destacar diante da concorrência, por isso é importante que a Distribuidora venda novas experiências e não apenas produtos !

Que tal falarmos de exemplos das novas experiências para o seu cliente??

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

Fechar