Você é um vendedor agressivo na hora do fechamento?

Os Vendedores que iniciaram a sua profissão há pelo menos 15 anos, sempre tiveram treinamentos das técnicas de vendas, técnicas de argumentação, uso de palavras chaves perfeitas, entrar em rapport, tudo para ser agressivo na hora do fechamento e bater as suas metas mensais. Quem não conheceu algum vendedor que todos lembravam pela agressividade comercial que ele impunha diante dos clientes? Mas será que hoje esse conceito continua sendo eficiente e capaz de dar sustentabilidade à organização, ou seja, à sua Distribuidora?

  • Você que foi vendedor na década de 80, lembra das enormes listas telefônicas por região do país, que usávamos para buscar o telefone dos potenciais clientes?
  • E quem é da década de 90, lembra das inúmeras vezes que tínhamos que pedir o sinal de fax para passar uma proposta comercial?
  • E no início do século, quando a internet era discada e usávamos o orkut para prospectar os clientes?
  • E na década passada, que usávamos o voip pois a ligação para o celular era caríssima?

Então … tudo isso ficou obsoleto por causa da tecnologia!!!
Os processos de vendas mudaram drasticamente.
E o comportamento do consumidor, ou seja, o nosso comportamento também mudou.

Hoje, você gostaria de ser atendido por um vendedor insistente e agressivo que utiliza as táticas ultrapassadas de vendas? É com esse tipo de vendedor que você gostaria de comprar?

Os processos mudaram. Agora é mais importante ajudar e não pressionar ou fechar de acordo com o cronograma de fechamento de um vendedor. Hoje é mais importante ter paciência e educação e não personalidade, pois o timing para o fechamento é tão importante quanto o pós vendas. O timing é tudo. E ele também está diferente.

Em tempos de comunicação global, sem fronteiras e a um clique, os seus clientes interagem entre si ou ao menos pesquisam na internet antes de adquirir o seu produto.

Aquele vendedor que utilizava pegadinhas ou decepcionava os clientes depois do fechamento, não tem mais espaço, hoje o lema é a honestidade, confiança e ética.

A hora é de criar uma gestão de relacionamento com o cliente e não focar integralmente no fechamento, pois o sucesso da sua venda está intrínseco ao sucesso do seu cliente, condição primária para a próxima compra !!!

Os salões de beleza sempre possuem uma boa memória e quando mudam de um fornecedor para outro, eles levam ideias, experiências, opiniões, recomendações e advertências com eles. Se você queimar uma relação comercial, você poderá ter consequências desastrosas com vários outros clientes, pois hoje todos estão conectados 24 horas por dia e uma única reclamação contundente poderá prejudicar ou até mesmo acabar com o seu negócio.

Hoje existem muitas marcas de cosméticos profissionais disponíveis para o salão de beleza que chegamos a um momento em que o cabeleireiro pode optar pelo vendedor que lhe atenda com excelência, pois a oferta de produtos e vendedores permite isso. Se os seus vendedores forem agressivos nos fechamentos e não deixam os clientes respirarem, a sua Distribuidora pode estar com o sinal de alerta ligado e você pode não saber a origem desse problema.

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

Fechar